Um dos drones mais inovadores do mundo, o DRACTOR 25A, desenvolvido pela XMobots, traz ao mercado alta performance aliada a um design totalmente aerodinâmico, o que faz dele uma versátil plataforma para o mapeamento de pequenas, médias e grandes áreas. 

Quando usado como uma ferramenta de aerolevantamento fotogramétrico, o DRACTOR 25A possui como grande diferencial, sua exclusiva autonomia de 4 horas, mapeando 750 hectares por voo*. Tudo isso é possível graças à alta eficiência de propulsão e do exclusivo sistema de tanques, que permite trocar o tanque de 10L de calda por um tanque de combustível, totalizando 12,5L de combustível. 

Por meio do Dractor Planner, os usuários conseguem planejar suas missões de forma rápida e segura, gerando planos de voo que garantem a máxima produtividade no mapeamento. 

Previous
Next

O Dractor também vem integrado de fábrica com a consagrada tecnologia da XMobots® HAL, sistema de RTK embarcado que garante acurácia de poucos centímetros, sem necessidade de coleta de pontos de controle. O drone ainda possibilita o uso de câmeras APS-C de alta resolução tanto nas bandas RGB quanto nas bandas Nir e RedEdge. 

Juntas, essas funções fazem do DRACTOR 25A uma poderosa ferramenta para a captura de dados, unindo a facilidade de uso e maior vida útil dos multirotores, à alta capacidade de mapeamento até então presente apenas em drones de asa fixa (em apenas um voo com altura de 120m, sensor XM3, GSD de 2,8cm e 60% de sobreposição lateral, o DRACTOR mapeia 750 hectares).

MAPEAMENTO

+4h de voo de mapeamento

Alcance de 5Km

integradodefábrica

Integrado de fábrica

xm3xm5

Câmera XM3 750 HA 2,5 cm/pixel

xm3xm5

Câmera XMC/XM5 750HA 5cm/pixel

velocidade

Muito além de realizar operações de aerofotogrametria, o DRACTOR 25A é um drone também desenvolvido para atuar como uma solução inovadora e inteligente na captura e processamento de dados, usando recursos de Inteligência Artificial do XFarming (software de análise de dados da XMobots) para atuar de forma assertiva no combate às plantas daninhas.

MAPEIE, DETECTE A EXISTÊNCIA DE REBOLEIRAS E IDENTIFIQUE CADA ESPÉCIE DE PLANTA DANINHA PRESENTE NAS REBOLEIRAS

Para o mapeamento, o Dractor 25A realiza seu voo de até 4 horas de duração sobre os talhões. Utilizando um dos sensores desenvolvidos pela XMobots (XM3, XMC ou XM5), o Dractor captura as imagens das áreas previamente selecionadas, sejam elas em RGB ou em outras bandas, como o NIR (infravermelho próximo) ou RedEdge, para obter o completo mapeamento em altíssima definição. 

 

Com o objetivo de detectar as áreas afetadas com plantas daninhas nos canaviais, é possível realizar o processamento das ortofotos capturadas pelo sensor multiespectral XMC. E utilizando o software de inteligência de análise, XFarming Cana, faz-se o uso de recursos de Inteligência Artificial para a detecção e delimitação das reboleiras presentes na área mapeada.  

 

E a partir do momento que o XFarming exporta os polígonos das áreas infestadas, Dractor pode sobrevoar, a 10m de altura sobre os centros das reboleiras detectadas, para gerar imagens de altíssima resolução (4mm) que vão permitir ao XFarming identificar cada espécie de planta daninha presente nas reboleiras. 

SISTEMA DE POTÊNCIA HÍBRIDO

O DRACTOR 25A possui sistema de potência híbrido, ou seja, é alimentado por Bateria e Moto-Gerador.  

A bateria é utilizada para suprir demandas instantâneas de corrente, além de atuar como redundância para o moto-gerador, podendo manter o voo completamente estável por até 4 minutos. 

DETECTE COM ASSERTIVIDADE

integrado

Integrado de fábrica

l1l2

Dupla frequência: L1 e L2

tempodeconver

Tempo de convergência em segundos

world

Quadri constelação: GPS, Glonass, Galileo, BeiDou

acuraciaalti

ACURÁCIA PLANIMÉTRICA: < 5CM @120M AGL

acuraciaplani

ACURÁCIA ALTIMÉTRICA: < 10CM @120M AGL

 O DRACTOR 25A foi desenvolvido para fechar o ciclo da agricultura de precisão. E como toda plataforma projetada para atuar com total assertividade, a acurácia posicional é uma das premissas fundamentais para o sucesso da SOLUÇÃO DRACTOR. Afinal, a detecção e identificação precisam ser certeiros, pois cada centímetro conta quando se fala em infestação de daninhas e economia de insumos. 

É por isso que o drone já sai de fábrica com a tecnologia de RTK HAL (High Accuracy Low Cost) integrada, garantindo a seus usuários acurácia posicional de poucos centímetros, eliminando totalmente uma das etapas mais demoradas do mapeamento aéreo com drones: a coleta de pontos de controle.

O sistema HAL opera em dupla frequência (L1 e L2) e quadri constelação, garantindo acurácia altimétrica média de 2x o GSD do voo. Ele pode ser utilizado com a base GNSS L1 e L2 XRTK184B, desenvolvida pela XMobots, ou por bases GNSS disponíveis no mercado e compatíveis com a tecnologia HAL. 

 

ALTA RESOLUÇÃO NO MAPEAMENTO

Para clientes que atuam em setores que não sejam o agrícola, como topografia, mineração, energia, ambiental, entre outros, o DRACTOR 25A tem a possibilidade de atuar somente como uma plataforma de mapeamento aéreo fotogramétrico. Para este tipo de aplicação, sua autonomia de mais de 4 horas eleva seu desempenho a um patamar totalmente único quando se fala em mapeamento com asa rotativa. Além da autonomia, o alto desempenho é favorecido pelo uso da câmera XM3. Com resolução de 24Mpix e lente fixa de 16mm, ela possui sensor APS-C de 23.6 x 15.6 mm (0.9 x 0.6 in) enquanto multirotores convencionais usados em mapeamento utilizam-se de sensores de 6.3 x 4.7 mm (0.25 x 0.2 in). Assim, a faixa de cobertura da câmera XM3 é cerca de 3,5 vezes maior em relação às câmeras utilizadas em multirotores.

24mpix_b

24Mpix

20mm_b

Lente fixa 16mm

SENSORAPSC

Sensor APS-C

icon24b

Mirrorless

SINTA A EMOÇÃO DE DETECTAR E IDENTIFICAR

Para que os produtos da SOLUÇÃO DRACTOR sejam gerados com êxito, é requisito o uso do sensor XMC, câmera multiespectral com 4 bandas (R, G, B* e NIR) desenvolvida pela equipe de P&D da XMobots. É justamente a calibração espectral, feita sob medida para a XMC, que permite à inteligência artificial do Xfarming “enxergar” a existência de plantas daninhas nas lavouras de cana.
Dessa forma, a XMC consegue captar o verde presente na cana-de-açúcar de forma diferente das tonalidades de verde das reboleiras de mato. Quando as imagens deste sensor são inseridas no XFarming, a rede neural do software da XMobots consegue diferenciar os índices vegetativos da cana em relação a outras espécies, gerando uma solução única, exclusiva e revolucionária.

*A banda azul é gerada de forma sintética no pré-processamento.

Comp dractor 1
rgbenir

RGB e Nir

SENSORAPSC

APS-C Sensor

calibracaoespcana

Desenvolvido especificamente para a assinatura espectral da cana-de-açúcar

Integrado de fábrica

solução cana

Integração com Solucão Cana

NOVAS POSSIBILIDADES COM NDRE

Embora a detecção automática de reboleiras ainda esteja 100% relacionada ao uso da câmera XMC, o DRACTOR também pode embarcar o sensor XM5 em aplicações onde há o requisito de se extrair índices NDRE. 

Cada uma das 5 bandas (R, G, B, Nir e RedEdge) da câmera desenvolvida pela XMobots possui 6 Megapixels, permitindo um GSD de 4,7 cm a 120 metros AGL (Above Ground Level).  Um sensor que capta o invisível para ajudar na busca do que pode ser corrigível. 

Comp dractor 2
rgbenir

RGB e Nir
e RedEdge

multiplos

Possibilidades de múltiplas aplicações

Integração com HAL

RIQUEZA DE DETALHES

Uma plataforma que impressiona pelos detalhes, com cada ângulo projetado para unir um design moderno e aerodinâmico à máxima eficiência estrutural. Entre os requisitos a serem cumpridos pela equipe de P&D que desenvolveu o DRACTOR 25A, estavam o uso de materiais de alto desempenho como carbono e alumínio, eficiência de propulsão, alta densidade de energia e máxima segurança. Para reforçar esse time, o designer inovador foi projetado por uma equipe especializada em designer automotivo, a mesma que assina o design de automóveis de uma das maiores montadoras do mundo. Não é à toa que o DRACTOR é um drone como você nunca viu.