fbpx

ANAC aprova mais quatro pilotos de drones da XPilot para voos BVLOS acima de 120m

ANAC aprova mais quatro pilotos de drones da XPilot para voos BVLOS acima de 120m

ANAC aprova mais quatro pilotos de drones da XPilot para voos BVLOS acima de 120m

A XPilot, subsidiária XMobots, teve mais quatro operadores de drone aprovados pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) para a realização de voos BVLOS (Operação Além da Linha de Visada Visual) e acima de 400 pés (cerca de 121 metros).

Especializada no treinamento de pilotos de drones para operações VLOS, EVLOS e BVLOS acima e abaixo de 400 pés, a XPilot continua a ser a única escola de pilotos de drones do Brasil com alunos habilitados e licenciados pela ANAC para a realização de voos BVLOS acima de 400 pés. Algumas das partes teóricas dos cursos oferecidos pela XPilot são ministrados na modalidade EAD (Educação a Distância), enquanto outras disciplinas são ministradas na sede da XPilot, em São Carlos (SP), mesmo local onde são realizadas as aulas práticas.

Dois dos operadores aprovados, André Macho Rezende e Lucas Lorenz, são pilotos da empresa Atvos Agroindustrial, cliente XMobots que possui 5 aeronaves do modelo Echar. Já Rogério de Azevedo, é técnico em reforma e desenvolvimento agrário no Incra, e o quarto aprovado é piloto de RPAs de uma empresa do setor sucroenergético, também cliente Xmobots.

“Dentro da instituição, já há uns três anos, sou uma das pessoas que está buscando inserir a tecnologia na área de mapeamento aéreo. Como vislumbrei há alguns anos que essa questão evoluiria – utilização de drones para aerofotogrametria, – me interessei e busquei estudar para trazer conhecimento e desenvolvimento da implantação da parte legal e agora operacional”, conta Azevedo. Ele faz parte da equipe de pilotos do Incra que opera os equipamentos da Xmobots (dois Echars e um Nauru) nas aplicações de georreferenciamento de imóveis rurais.

Quanto ao curso, o piloto da Atvos André Rezende falou sobre a importância dos novos conhecimentos adquiridos. “O Moisés (Coordenador de Treinamento da XPilot), nos deu uma verdadeira aula, tanto de operações VLOS quanto BVLOS. Foram dias de muito aprendizado, agora é colocar tudo isso em prática nas operações com o Echar. Hoje em dia, a topografia tradicional ficou para trás. Precisa saber usar drones e acompanhar a tecnologia para não ficar para trás.”

O curso

Os alunos passaram por três fases de treinamento. A primeira fase foi o curso para voos VLOS abaixo de 400 pés. Na segunda fase, que é realizada totalmente na modalidade EAD, os alunos obtiveram a carteira teórica de piloto privado, diretamente com a ANAC. Na terceira fase, os alunos realizaram as aulas teóricas e práticas em voo BVLOS acima de 400 pés. Após comprovar as horas de voo exigidas pela ANAC, os candidatos foram checados pelo Examinador da Agência de Aviação Civil (ANAC).

Na etapa final, a Xpilot recebeu em sua sede o Especialista em Regulação da Gerência Técnica de Certificação de Empresas da Superintendência de Padrões Operacionais (SPO) da ANAC, Conrado Klein de Freitas, para a realização de checagem de documentação e avaliação teórica e prática dos candidatos a piloto.

Em resumo, os pilotos obtiveram:

– Licença de Piloto Remoto de RPA de Asa Fixa até 25kg de peso máximo de decolagem; – Habilitação para voo BVLOS acima de 400 pés AGL em espaço aéreo classes F e G.

Segundo o coordenador de treinamentos da Xpilot, Moisés Pedrici, a escola é referência em formação de pilotos de drones para operações BVLOS. “Em 2020 teremos novidades, oferecendo ao mercado oportunidades para a evolução da nossa profissão – Piloto de Drones”, afirma ele.

Entre em contato pelo site www.xpilot.com.br ou envie um email para contato@xmobots.com para saber mais sobre o curso.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: